Apoiadores:


Glossário

Aprenda os 68 termos que todo empreendedor precisa conhecer

Deixa de “embromation” e entenda de uma vez por todas os principais termos do mundo empreendedor.

Cada área tem sua lista de conceitos e jargões. Não é diferente no universo das startups. São termos importantes que você precisa conhecer e entender para se dar bem ao longo da sua jornada empreendedora.

Confira a lista dos principais conceitos que você precisa saber!

➜ Aceleradora: enquanto as incubadoras estão mais ligadas a universidades e a projetos governamentais, as aceleradoras são financiadas com capital privado e apoiam startups, empresas de alto potencial de crescimento. A aceleração pode incluir apoio financeiro, mas está baseada principalmente no suporte à criação e ao desenvolvimento do negócio, com sessões de coaching e mentoring durante um período.

➜ Análise Swot: a sigla deriva das palavras inglesas Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças) e trata-se de um método de gestão que posiciona e verifica os ambientes interno e externo das empresas por meio da identificação dos seus pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças.

➜ Autogestão: modelo de organização empresarial no qual os colaboradores passam a ter um controle efetivo dos meios de produção e participação democrática dentro da empresa, ou seja, mais autonomia.

➜ Benchmarking: estratégia para aumentar a eficiência produtiva. Não se trata de uma imitação de mercado ou cópia, mas de um processo de pesquisa que permite ao empreendedor comparar seu negócio com a concorrência.

➜ Board: também chamado conselho de administração. O grande diferencial de profissionais que passam a atuar em um conselho administrativo é a diversidade de contribuições que podem oferecer a empresa.

➜ Bootstrapping: significa criar sua startup usando somente recursos próprios, sem recorrer a investidores externos. Se há alguma entrada de capital, ela vem dos primeiros clientes. Os bootstrappers costumam ser empreendedores com capacidade acima da média e experientes.

➜ Brainstorm: prática que explora as ideias de um grupo de pessoas visando a obtenção das melhores soluções de problemas ou situações.

➜ Break Even Point: significa ponto de equilíbrio ou momento em que a empresa consegue ter um faturamento suficiente para pagar seus custos (fixos e variáveis) e despesas e, a partir daí, se tornar lucrativa.

➜ Breakthrough: desenvolvimento, descoberta, conquista, invenção, melhoria. Ou seja, um avanço em determinada área da empresa.

➜ BSC: Balanced Scorecard (BSC) ou Indicadores Balanceados de Desempenho. É uma metodologia de gestão que mede o desempenho das empresas, atuando como complemento ao planejamento estratégico.

➜ Business Intelligence: o termo BI significa Inteligência de Negócios e refere-se ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de dados de diversos sistemas, cujo produto final são informações qualitativas que permitem maior segurança no processo de tomada de decisão.

➜ B2B: a sigla Business to Business ou empresa para empresa é muito utilizada no comércio eletrônico para definir transações comerciais realizadas entre empresas.

➜ B2C: Business to Commerce ou Business to Consumer, cuja definição é empresa para consumidor, se aplica às transações comerciais entre empresas – indústria, distribuidor ou revenda – e consumidor final, por meio de uma plataforma de e-commerce.

➜ Budget: orçamento empresarial elaborado anualmente, levando em consideração fatores econômicos, de mercado, capacidade de produção, entre outros.

➜ Canvas: também conhecido como Business Model Canvas, ferramenta de planejamento estratégico que permite criar cenários (modelos) de negócios novos ou existentes.

➜ Capital de giro: refere-se aos recursos financeiros que a empresa tem para custear suas despesas operacionais do dia a dia ou quaisquer outras necessidades da gestão do negócio ao longo do tempo.

➜ Captação de recursos: obter investimentos, o que pode ser feito por meio de empréstimos bancários, agências de fomento, fundos de investimentos ou investidores-anjos.

➜ CEO: sigla em inglês para Chief Executive Officer, que significa Diretor Executivo, em Português. O CEO é o responsável pela administração geral de uma empresa.

➜ CFO: sigla inglesa para Chief Financial Officer ou Chefe do Setor Financeiro, responsável por toda a administração e planejamento financeiro de um negócio.

➜ CMO: Chief Marketing Officer ou Diretor de Marketing é o profissional responsável em conduzir as ações de marketing da organização.

➜ Compliance: termo inglês que significa agir de acordo com uma regra e envolve assegurar que o negócio esteja cumprindo com todas as determinações dos órgãos regulatórios, dentro de todos os padrões exigidos no segmento em que atua.

➜ COO: Chief Operating Officer ou Diretor de Operações ou Executivo de Operações é o principal auxiliar do CEO e tem a função de coordenar as rotinas operacionais.

➜ Core Business: ou Núcleo do Negócio e é aquilo que a empresa faz de melhor, em que ela se diferencia, levando em consideração mercado, clientes, produtos e tecnologia.

➜ Coworking: escritório de trabalho compartilhado por diversas empresas com o objetivo de ampliar a rede de contatos, trocar conhecimentos, fazer negócios e de quebra economizar.

➜ CRM: sigla para Customer Relationship Management ou Gestão do Relacionamento com o Cliente com uma estratégia que busca identificar com antecedência as necessidades dos clientes para atendê-los da melhor forma.

➜ Crowdfunding: financiamento coletivo em que várias pessoas podem investir pequenas quantias de dinheiro (geralmente pela internet) em determinado tipo de negócio para dar início a uma ideia empreendedora.

➜ Crowdsourcing: forma de conseguir serviços/ajuda de forma colaborativa para geração de conteúdos, solução de problemas, desenvolvimento de novas tecnologias, geração de fluxo de informação e afins.

➜ Commodities: refere-se a produtos essenciais à economia que, muitas vezes, servem como matéria-prima, não sofrendo grandes alterações por processos industriais, como leite, petróleo, soja, cereais, entre outros. Têm o preço regulado por fatores referentes à oferta e à demanda e não pelo produtor.

➜ Design Thinking: abordagem que utiliza a participação de seus stakeholders (interessados) na busca de soluções aos problemas. Todos os envolvidos na ideia participam e ficam organizados em equipes multidisciplinares.

➜ Downsizing: significa achatamento, ou seja, enxugar ao máximo os processos, eliminando tarefas, procedimentos e mão de obra desnecessária, para tornar a empresa mais eficiente e competitiva.

➜ Dumping: prática comercial que consiste em vender os produtos a preços abaixo do custo de produção para eliminar a concorrência ou chamar a atenção do consumidor.

➜ Ebitda: significa o que a empresa consegue gerar de receita, sem levar em consideração o abatimento de impostos e os efeitos financeiros de qualquer natureza.

➜ Early Stage: são consideradas empresas em early stage (estágio inicial) as que possuem até três anos de existência.

➜ Elevator Pitch: apresentação da ideia do negócio no tempo que uma pessoa passaria no elevador.

➜ Empreendedorismo corporativo ou Intraempreendedorismo: significa empreender dentro da organização na qual se trabalha. O intraempreendedor enxerga nos problemas do dia a dia oportunidades de crescimento para a empresa, sendo capaz de inovar sistêmica e constantemente.

➜ Empreendedorismo Social: o empreendedor social cria negócios com fins lucrativos, mas que propõem soluções inovadoras para problemas sociais ou ambientais, como lixo, educação e saúde. Ele está focado em mobilizar pessoas e trabalhar por uma causa para realizar verdadeiras transformações na sociedade.

➜ Endomarketing: estratégia de marketing voltada para ações internas da empresa, reduzindo o turnover (índice de rotatividade de funcionários) e atraindo profissionais qualificados para atuar no negócio.

➜ ERP: Enterprise Resource Planning ou Sistema de Gestão Empresarial que refere-se a componentes de software que integram todos os departamentos da empresa, facilitando a comunicação e otimizando os recursos e o tempo de execução.

➜ Escalabilidade: capacidade de replicar o produto/serviço com facilidade atendendo a um grande público ou abrangendo um grande mercado consumidor.

➜ Forecast: avaliação realizada mensalmente pela empresa, comparando aquilo que foi levantado no Budget com a situação real do momento.

➜ Horizontalizar: é comprar de terceiros o máximo possível de itens que formam o produto final ou contratar serviços terceirizados necessários aos processos não fundamentais de produção.

➜ Headcount: número de pessoas que trabalham numa empresa ou numa determinada equipe.

➜ Incubadora: estrutura adequada para quem precisa de tempo e muito conhecimento para estruturar seu negócio, depende de subsídios governamentais e provavelmente vai precisar de uma quantidade relativamente grande de investimentos para acontecer.

➜ Investidor-anjo: os angels são profissionais experientes que têm capital disponível para investir em novos empreendimentos. Em troca desse capital esperam um percentual da empresa investida.

➜ Joint Venture: expressão inglesa que define união com risco, ou seja, união entre empresas por tempo limitado a fim de compartilhar ações.

➜ Market Share: é o percentual de participação que uma empresa detém no seu ramo de atuação quando comparado a outras empresas.

➜ Markup: índice multiplicador utilizado sobre o custo de um produto e/ou serviço para a formação do preço final de venda, utilizando como variáveis as despesas fixas e variáveis, e a margem de lucro estimada.

➜ Meetup: encontro informal em que os empreendedores têm a chance de falar sobre a sua ideia. Geralmente, as pessoas conversam de pé, para facilitar a circulação e o networking.

➜ MEI: sigla para Micro Empreendedor Individual, é a pessoa que trabalha por conta própria e se legaliza como empresário.

➜ Mentoring: termo em inglês que significa mentor ou tutor. É o profissional responsável que ajuda uma pessoa (ou um outro profissional) a maximizar seu conhecimento, aprimorando sua performance e se tornando uma pessoa melhor.

➜ Mergers and Acquisitions (M&A): termo em inglês para Fusões e Aquisições, é tanto um aspecto da estratégia corporativa e finanças corporativas quanto compra, venda, divisão e combinação de diferentes empresas.

➜ Networking: ter ou estabelecer uma rede de contatos. Fazer networking, como é empregado, costuma ser uma ótima forma de ampliar a qualidade de seus relacionamentos e transformá-los em benefício mútuo no meio profissional.

➜ Outsourcing: em outras palavras, significa terceirização. Em geral gestores contratam uma solução externa (mão de obra) para desenvolver alguns setores da organização.

➜ Pitch: é uma expressão inglesa que se refere a uma curta apresentação de vendas, despertando o interesse da parte envolvida com informações essenciais e diferenciadas.

➜ Pivotar: versão “abrasileirada” do termo inglês to pivot, que em outras palavras significa girar ou mudar. No mundo empresarial, quando um negócio pivota, ele está mudando, ou seja, girando em outra direção para alcançar resultados mais satisfatórios.

➜ PME: é a sigla para pequenas e médias empresas. Uma pequena empresa possui de dez a 49 funcionários. Já uma empresa de médio porte possui entre 50 e 249 funcionários.

➜ ROI: sigla da tradução de Retorno sobre Investimento, corresponde a um percentual da quantidade de dinheiro ganho em relação à quantidade de dinheiro investido.

➜ SaaS: do inglês Software as a Service (SaaS) ou Software como Serviço. Computação em nuvem em que empresas e demais usuários podem integrar processos, armazenar e compartilhar informações e dados numa única plataforma.

➜ Saída: momento em que um sócio, investidor ou empreendedor entrega seu percentual da empresa em troca de uma quantia de dinheiro e deixa a sociedade. Essa é a meta de quase todos que colocam dinheiro em negócios em fase inicial.

➜ Stakeholders: são todos os impactados pelo negócio, sejam eles sócios, acionistas, funcionários, clientes ou segmentos da sociedade.

➜ Startups: grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, trabalhando em condições de extrema incerteza.

➜ Status Quo: expressão originária do latim que se refere ao estado atual de algo, seja em que momento for, podendo ser considerado um estado de equilíbrio.

➜ Seed capital: capital semente é aquele capital que se capta quando o negócio está em sua fase inicial, para que ele possa dar seus primeiros passos no mercado.

➜ Spin-off: criação de uma nova empresa de produtos ou serviços inovadores, criados inicialmente a partir de um projeto em uma empresa-mãe. Geralmente, os empreendedores do novo negócio trabalharam antes no desenvolvimento desse projeto na empresa-mãe, que gerou o spin-off.

➜ Turnover: também conhecido como rotatividade de pessoal, é um indicativo que mede a qualidade ou o contentamento dos funcionários no ambiente de trabalho, ou seja, a taxa de desligamentos da empresa em relação ao total de colaboradores.

➜ Validação: ter alguém validando sua ideia, ou seja, se tornando um cliente, usuário, ou estando engajado de qualquer forma ativa em seu negócio, é o sinal verde de que ele pode dar certo. Mas a validação é um exercício constante, um processo que exige flexibilidade, agilidade e resiliência para recomeçar diversas vezes e não desistir.

➜ Venture Capital: traduzido como capital de risco, os VCs apoiam empresas de pequeno e médio porte já estabelecidas e com potencial de crescimento. Com duração média de 5 a 7 anos, os recursos investidos financiam as primeiras expansões, levando o negócio a novos patamares no mercado.

➜ Verticalizar: estratégia de gestão cuja finalidade é produzir internamente tudo o que puder, reduzindo ao máximo a dependência de terceiros. Isso gera mais autonomia e domínio sobre a tecnologia utilizada.

Quanta coisa, não?

Se você conhece algum termo que ficou de fora dessa lista conta pra gente nos comentários 👇🏻

Fontes: Endeavor e blog Saia do Lugar

mm
Autor

Adoro escrever e dar pitaco sobre tudo, mas tenho carinho por assuntos que ajudam empreendedores, assim como eu, a serem melhores. Jornalista e cofundadora da Rulez.

Write A Comment